Top 3 Ações da Carteira de Investimentos – Semana 25

O temor da saída do Reino Unido da União Europeia se confirmou e derrubou as bolsas em todo mundo na última sexta-feira (24/06), fazendo com que o índice Ibovespa caísse 2,82%. Porém na semana 25, o principal índice da bolsa brasileira fecha no positivo subindo 1,15%, mostrando que as medidas em prol da economia interna estão sendo bem aceitas pelo mercado e estão ganhando aos poucos a credibilidade dos investidores. Nesta próxima semana a queda da bolsa devido ao Brexit abre uma ótima janela para adquirir ações, já que a saída do Reino Unido da UE, na prática, não terá grande impacto imediato no mercado brasileiro.

Minha carteira se saiu muito bem nesta semana com alta de 2,84% com várias ações subindo mais de 4%. E o top 3, com méritos, desta semana foram:

1°) Cemig (CMIG4)

2°) São Carlos Empreendimentos (SCAR3)

3°) Ferbasa (FESA4)

Ações

Siga o “Em Busca do Milhão” e acompanhe todos os investimentos!!!

Anúncios

Senior Solution (SNSL3) – Crescimento Acelerado e Potencial de Valorização.

Fundada em 1996, a Senior Solution é líder em desenvolvimento de softwares e serviços de tecnologia para o setor financeiro no Brasil. Por 7 anos foi apontada entre as empresas que mais cresceram no país, de acordo com a Deloitte/PME. E somente em 2013 começou a negociar suas ações na BM&FBOVESPA.

A empresa fornece soluções que são divididas em quatro gamas de produto:

  • Softwares: licenciamento, suporte e manutenção de softwares.
  • Serviços: projetos de desenvolvimento de software sob medida.
  • Outsourcing: gestão de sistemas e processos de tecnologia da informação.
  • Consultoria: projetos para instituições financeiras em constituição ou reorganização.

Atualmente conta com uma base de mais de 180 clientes, entre eles:

  • 15 dos 20 maiores bancos
  • 11 das 20 maiores seguradoras
  • 6 das 20 maiores fundações
  • 89 das 177 administradoras de consórcios atuantes no Brasil

A Senior Solution está inserida em um mercado muito pulverizado e composto principalmente por empresas de pequeno e médio porte, o que traz uma grande vantagem competitiva já que ela oferece uma maior diversidade de produtos e serviços em comparação aos seus competidores. Não é a toa que a Senior já adquiriu 8 empresas entre 2005 e 2015, se consolidando como a maior do setor e também aumentando seu leque de atuação. E não vai parar por aí, pois a empresa divulga em seus reports um caixa líquido de quase R$ 32.000.000,00 e o interesse em novas aquisições no mercado.

Agora, vamos ao desempenho da Senior Solution nos últimos anos.

1)  Resultados Anuais

ReceitaLucro

Como pode ser visto a empresa está crescendo em ritmo acelerado nos últimos anos. De 2013 até agora praticamente dobrou as receitas e o lucro. Com base nos dados acima, o único ponto de atenção é o aumento das despesas operacionais sobressaindo ao aumento da receita, o que acaba correndo os lucros. Porém este ponto pode ser justificado (em partes) pelo grande número de aquisições que a Senior Solution realizou nos últimos anos, o que em um primeiro momento pode aumentar as despesas até a nova empresa ser completamente incorporada.

2)  1T16 x 1T15

Comparando o 1T16 com o 1T15 podemos ver que a SNSL3 continua com ótimos resultados e finalmente parece estar conseguindo controlar o aumento das despesas operacionais. Com o aumento da receita e redução das despesas o lucro aumentou em 11,4% neste período. Resultado expressivo ainda mais considerado a crise atual.

Trimestre

3)  Valor da Ação

Agora, vamos verificar se o valor da ação está crescendo no mesmo ritmo da empresa.

Valor da Ação

Muito pelo contrário,  o valor da ação caiu em média 14% desde 2013. Atualmente estamos com um desconto em relação a 2013 de 11,6%. Vejo isso como uma ótima oportunidade para comprar a ação.

4)  Dividend Yield

Em 2015 a SNSL3 distribuiu R$ 0,50 centavos em proventos e a tendência é aumentar nos próximos períodos devido ao crescimento dos lucros.

Porém, vamos simular um cenário conservador:

  • Dividendos por ação: R$ 0,50 / ação
  • Preço da ação: R$ 9,24 (Cotação no dia 17/06/2016)

Com base nessa simulação teríamos um dividend yield de 5,2%. Excelente para uma empresa que está apenas começando a ter ações no mercado.

Por todos esses motivos, adicionei a SNSL3 na carteira de ações (14/06 – R$9,51) e a considero como um dos maiores potenciais de valorização, no longo prazo, da minha carteira. Portanto, se a cotação se mantiver nesta faixa nas próximas semanas, sem dúvidas, aumentarei minha posição na Senior Solution.

Obs: Deixo claro que aqui está um resumo das principais análises, porém fica como dica avaliar a evolução desses indicadores nos últimos anos, ler os relatórios da empresa e buscar outras fontes de consulta.

Siga o “Em Busca do Milhão” e recebe todas as análises no seu e-mail.

Top 3 Ações da Carteira de Investimentos – Semana 24

Essa semana termina com o índice Ibovespa fechando em 49533,84 pontos, com uma variação de apenas +0,23% em relação à semana passada. Esta cautela do mercado é reflexo principalmente da votação do Brexit marcado para a próxima semana. Aparentemente todos estão aguardando novos fatos que indicam ou não a saída do Reino Unido da União Europeia.

Já minha carteira caiu 1,33% esta semana e foi impactada principalmente por duas notícias negativas. Primeiro o lançamento da Livelo, programa de fidelidade de pontos do Banco do Brasil e Bradesco que aumenta a concorrência no segmento da Multiplus. Segunda notícia foi a dificuldade da OI em reestruturar sua dívida aumentando o risco de uma recuperação judicial, o que afetaria diretamente os resultados dos bancos credores que estão na minha carteira: Itaú e principalmente Banco do Brasil.

Dito isso, vamos as Top 3 ações desta semana:

1° São Carlos Empreendimentos (SCAR3)

2° Cemig (CMIG4)

3° Estácio (ESTC3)

Semana 24

Siga o “Em Busca do Milhão” e receba no seu e-mail todos os posts. emotion

Top 3 Ações da Carteira de Investimentos – Semana 23

Essa semana foi marcada pela volatilidade tendo o melhor (08/06 com +2,26%) e o pior (10/06 com -3,32%) dia da bolsa desde o início do governo Temer. Desta maneira o índice Ibovespa fecha a semana com 49422,16 pontos, uma queda de 2,37% em relação à semana 22.

Os dois últimos pregões da bolsa foram marcados pela queda das commodities e a aversão ao risco nas bolsas internacionais devido principalmente à votação do plebiscito “Brexit” para 23 de junho, que dirá se o Reino Unido deve sair da União Europeia. Este evento deve estar no radar dos investidores nos próximos dias, pois caso o Reino Unido saia da União Europeia teremos um impacto bem negativo nas bolsas de todo o mundo.

Bom, vamos ao desempenho da carteira de ações e as Top 3 desta semana foram:

1° Estácio (ESTC3)

2° Multiplus (MPLU3)

3° CVC (CVCB3)

Semana 23

E pela segunda semana seguida Estácio está em primeiro lugar, acumulando valorização de mais de 30% após as expectativas de fusão com a Kroton ou a Ser Educacional.

Assim, nossa carteira fecha a semana com queda de 3,96% impactado pelo Ibovespa e também pela venda da Grazziotin, essa que teve um lucro de 31,07% em menos de 3 meses (Confira aqui!).

Siga o “Em Busca do Milhão” e receba o Top 3 Ações da Carteira todas as semanas no seu e-mail.

Venda de Grazziotin (CGRA4) e Compra de Mais Ações da São Carlos Empreendimentos (SCAR3)

Realizei a venda da CGRA4 no valor de R$12,06 com rentabilidade de 31,07% em 3 meses.

Venda CGRA4

No momento acredito que Grazziotin está próximo do seu valor justo em torno de R$ 13,00 com base na análise “Grupo Grazziotin (CGRA4) – Uma small cap com bons dividendos e bem administrada.

Portanto, decidi vender para aproveitar a oportunidade de aumentar a exposição às ações da São Carlos Empreendimentos, que no atual valor de R$ 24,00 vejo um maior potencial de valorização que a CGRA4. Confira o post “São Carlos Empreendimentos (SCAR3) – Minha quase compra. Timing é tudo!!!

Com a compra da SCAR3 na quinta-feira (09/06/2016), no valor de R$24,00, fico com um valor médio por ação de R$ 24,54.

São Carlos

Siga o “Em Busca do Milhão” e acompanhe esta jornada!

TUPY (TUPY3) – Empresa Brasileira Líder Mundial na Fabricação de Blocos e Cabeçotes de Motor

Fundada em 1938, em Joinville, Santa Catarina, a Tupy tem capacidade para produzir 848 mil toneladas anuais de peças em ferro fundido. Grande parte desta produção é exportada para aproximadamente 40 países. Os produtos da Tupy em sua maioria são componentes desenvolvidos sob encomenda para o setor automotivo, que engloba caminhões, ônibus, máquinas agrícolas e de construção, carros de passeio, motores industriais e marítimos, entre outros. Neste segmento são fabricados blocos e cabeçotes de motor e peças para sistemas de freio, transmissão, direção, eixo e suspensão. A Tupy também produz conexões de ferro maleável, granalhas de aço e perfis contínuos de ferro, produtos que atendem diversos setores da indústria.

A empresa vem investimento e aumentando sua capacidade de produção no decorrer dos anos e se tornou em 2012 a maior fabricante global de blocos e cabeçotes de motor com a aquisição de duas fundições no México: Cifunsa Diesel e Technocast. A aquisição dessas plantas foi de extrema relevância na estratégia da empresa em aumentar suas exportações, já que 60% de sua receita vêm da América do Norte.

Dito isso, agora vamos verificar os resultados da Tupy nos últimos anos e analisar se ela se encontra em um bom ponto de entrada.

     1. Receita

Receita

Mesmo diante da crise a Tupy conseguiu aumentar consideravelmente sua receita entre 2014 e 2015, devido sua estratégia e foco na conquista de mercados externos. Como pode ser visto no gráfico abaixo.

Exportação

Gráfico: Retirado do Release 4T15 da Tupy

 

Como era de se esperar somente a América do Sul teve retração na receita devido à crise no Brasil.

2. Ebitda (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

Ebitda

A empresa mostrou resiliência e conseguiu aumentar consistentemente seu Ebitda entre os anos de 2013 e 2015. Somente no resultado divulgado do 1T16 que vemos uma queda no Ebitda, mas nada que na minha visão justifique a queda tão acentuada das ações em 2016.

Vamos fazer uma comparação dos primeiros trimestres dos últimos anos.

1Trimestre

Como pode ser visto, mediante este cenário podemos considerar que a Tupy continua apresentando bons resultados no 1T16 com aumento da Receita em 9,1% e queda do Ebitda de apenas 5,9%.

     3. Comparando os Resultados com o Valor da Ação.

Valor da Ação

Mesmo com o cenário desafiador tanto o Ebitda como a Receita da empresa veio aumentando de forma consiste até 2015. Na contra mão as ações estão com um desconto médio em torno de 30% em relação aos últimos 3 anos e se encontra no patamar de 2011, como pode ser visto abaixo.

Cotação

Mesmo com a queda do Ebtida no 1T16 não vejo justificativa para a desvalorização de 30% no valor da ação da Tupy. Assim que a economia brasileira voltar a crescer (esperamos já em 2017) a empresa tem tudo para aumentar sua receita no Brasil. E além disso (o melhor de tudo) Tupy é uma empresa exportadora com 60% das receitas atreladas à América do Norte e como bem sabemos os EUA estão mostrando crescimento e resultados positivos.

Portanto, TUPY3 nesta cotação atual é compra.

Tanto que decidi aumentar minhas ações da Tupy na segunda-feira (06/06/2016) no valor de R$12,80. Assim fico com um valor médio por ação de R$ 12,93.

Preço Médio

Obs: O Lucro Líquido foi desconsiderado para as análises por estarem contaminados com eventos não recorrentes, principalmente, resultados financeiros devido à variação do dólar.

Siga o “Em Busca do Milhão” e receba no seu e-mail os próximos posts.

Top 3 Ações da Carteira de Investimentos – Semana 22

Semana ótima para o Ibovespa com alta de 3,20% (melhor semana desde abril) e melhor ainda para nossa carteira que subiu 3,66%.

Este resultado se deve principalmente a dois eventos:

1°) Foi divulgado na quarta-feira (01/05) o Produto Interno Bruto(PIB) do primeiro trimestre de 2016. Tivemos queda de 0,3% em relação ao trimestre anterior contra a expectativa de queda de 0,8%. Apesar do resultado ainda ser negativo mostra que estamos chegando próximo ao fundo do poço.

2°) Foi publicado na sexta-feira (03/05) o relatório de emprego dos EUA. Foram criados no mês de maio 38 mil novos postos de empregos contra a expectativa inicial de 160 mil novas vagas. Esses dados mostram que a economia americana não cresceu conforme o esperado e pode fazer com que o FED segure um pouco mais o aumento da taxa de juros. Isso traz liquidez para o mercado e é positivo para bolsa brasileira, pelo menos no curto prazo.

Vamos ao desempenho da carteira de ações e as Top 3 desta semana foram:

1° Estácio (ESTC3)

2° Cemig (CMIG4)

3° Banco do Brasil (BBAS3)

Top 3- S22

Estácio ficou em 1° lugar com méritos após subir 20,78% na semana. Confira os motivos aqui!

Siga o “Em Busca do Milhão” e acompanha as Top 3 da carteira toda semana!!!

Estácio (ESTC3) – Golaço! Essa pegou na veia!!

Informações da revista Exame, sobre a contratação do banco de investimento Itaú BBA pela Kroton para assessorá-la na aquisição da Estácio, faz com que as ações ESTC3 subam 23,74% em um dia (02/06/2016). =)

Valor ESTC3

Se a fusão realmente se concluir tem tudo para as duas empresas se beneficiarem e a Estácio ainda mais, por estar muito descontada conforme citei no post “Estácio (ESTC3) – Aproveitando a queda das ações e comprando mais!!!

Bom para minha carteira de ações que tem na ESTC3 a maior parte dos investimentos:

Carteira

Siga o “Em Busca do Milhão” e receba por e-mail todos os posts na hora.

Carteira de Investimentos / Abril – 2016

Atualizei as páginas Carteira de InvestimentosEvolução da Carteira com os dados do fechamento do mês de Maio. Entre e confira!!!

Para manter todas as informações no blog, abaixo as informações referente ao mês de Abril/16

Carteira de Investimentos – Fechamento Abril de 2016.

1) Percentual da carteira – Valores Investidos: Considerando somente o valor alocado em cada investimento, sem os rendimentos dos juros ou variação dos valores das ações.

Valores Investidos - Abril16

2) Percentual da Carteira – Rendimentos Atualizados: Carteira de investimentos considerando os juros e a variação nos valores das ações.

Rendimentos Atualizados - Abril16

Total = Valor do Patrimônio atual -> Rumo à meta!!! Dinheiro

3) Ações: Demonstra o valor na data da compra e o valor das ações no dia 30/04/2016.

Ações Abril16

4) Carteira de Ações: Porcentagem

Ações - PorcentagemAbril16

Evolução da Carteira – Fechamento Abril de 2016.

1 ) Evolução da carteira mês a mês:

Evolução Rend.

Mais um ótimo mês do Ibovespa rendendo 7,7% e melhor ainda para nossa carteira de ações que rendeu 8,65%.

Esse mês a carteira de investimentos rendeu 3,84% batendo a meta de render 1,40%ao mês para atingir um 1 Milhão de reais em 7 anos. O caminho é longo, mas estamos no caminho certo!!!

2 ) Evolução do Patrimônio

Evolução Patr.

 Siga o “Em Busca do Milhão” e acompanhe essa jornada! emotion